terça-feira, 1 de março de 2011

Se valer pague um real

Um pai.Quase em desespero.Você realmente quer saber palhaço,"adolescentezinho" de merda, porque não deve ficar bebendo "socialmente"o tempo todo por aí durante sua invencível mocidade,é porque este periodo em sua vida vai passar muito rápido e quando inevitavelmente a maturidade chegar,e com ela a cruel rotina inerente a esta fase,a rotina da convivência matrimônial,a rotina da busca profissional,a rotina de criar seus filhos,a rotina da própria vida.Rotina.Rotina.Rotina...Diante das cobranças reais o grande barato do vício "normal" tornará uma necessidade vital e fará de você um bêbado,cansado quase sempre para um novo recomeço,desacreditado pela sociedade e principalmente por você mesmo.Portanto!Sugiro que trace novos objetivos,crie,construa algo positivo além do copo,para que no caminho rápido e certo do seu futuro,você tenha pelo menos a opção de um atalho.

Nenhum comentário: