sexta-feira, 27 de maio de 2011

Esta também é uma nova mulher Brasileira

   No tempo do cacau a zona era o lugar do descarrego,maridos oprimidos pelo desgosto do casamento e da vida,alí achavam seu consolo.Mulheres cinzas por não ver a luz do sol,"preservadas",cuidavam da casa e dos filhos,assim como do próprio marido fujão.O desgosto era recíproco.
  Houve por fim a revolução feminina,mulheres inteligentes e livres dominaram com propriedade e dignidade todas as esferas evolutivas e significativas da sociedade.Queremos nosso lugar ao sol(reinvidicaram).Mas contudo continuaram dentro de casa,agora por opção,além do dever do trabalho e de maridos sedentários e emburrados.
  Atualmente a terceira e talvez a mais significativa das evoluções acontece debaixo de nossos olhos,a evolução tecnológica acessível a todos,o computador em todos os lares.Melhor ainda, acesso livre,graças a Deus, as redes sociais.
  Agora sim!Vivemos a socialização da zona,livres que somos,nós,homens e mulheres instituimos de fato a saidinha como algo corriqueiro e normal.Como a séculos sempre aconteceu,o casamento que sempre manteve a prostituição viva;Mantém os ditos (encontros clandestinos) tão vivos como nunca se viu na história da humanidade.Trocamos emails tão rápido e fugaz quanto trocamos fluídos.
  Vida longa as redes sociais que obviamente não é só isso.
  Quanto a instituição "casamento"que seja eterna enquanto dure...

Nenhum comentário: