segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Na calada da noite

Na calmaria dos cachorros ou não.Quando maridos bêbados lançam suas esposas "sonolentas" na parede.Quando velhas, senhoras e moças se benzem ajoelhadas.Quando camas mal calçadas,balançam no rítmo do sexo cúmplice.Diário.Massante.Quando ladrões escalam as cercas.Salve a noite e seus mistérios.Mistérios da noite calada...Quase muda.

Um comentário:

Anônimo disse...

FANTÁSTICO SÓ ISSO QUE TENHO A DIZER...URIEL DE SOUZA BRADDA.JACIARA.MT.