segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Sentença de um pai de Morro...

Quando olho em meu filho,sinto que seus olhos brilham,um brilho intenso, ofuscante,para o bem ou para o mal,impossível definir.No mundo sei que não pode haver apenas duas sentenças definitivas para o comportamento de um homem.Torço sempre para o meio termo prevalecer,porque para sobreviver aquí,você precisa dos dois sentimentos quase na mesma proporção.

Um comentário:

Anônimo disse...

Profeta,Aí, olha o cara!!!!!!!Sandra de mello Faria.Itaqua.sp