terça-feira, 16 de novembro de 2010

Filosofia do ladrão

Sou como um caçador indígina,justo,que retira da mata somente o necessário para seu sustento,se tenho fome,desço lá e "faço um bacana",mas retiro dele apenas o que preciso para minha sobrevivência...Quem muito quer,nada tem.

2 comentários:

Anônimo disse...

DURO...DURO...SINTO UM POUCO DE CRUELDADE,VALEU PELO ESTILO.SANDRA NÉIA DE JESUS PADRINHA.PARATY.RJ

Anônimo disse...

DURO...DURO...SINTO UM POUCO DE CRUELDADE,VALEU PELO ESTILO.SANDRA NÉIA DE JESUS PADRINHA.PARATY.RJ