sábado, 6 de novembro de 2010

QUEM SÃO ESTES BÊBADOS QUE AMAMOS

São homens que lutam,escorregam e caem constantemente,a eles minha homenagem.Disponho de pouco tempo,ou quase não tenho tempo algun,minha lucidez é passageira,por isso corro atropelando as letras que precipitam trêmulas neste artigo irreal;Tento raciocinar no intervalo eterno de um trago e outro,longo tempo doloroso.Escrevo então quase sempre sem ser eu próprio!De verdade quero um trago.Vou ser breve...Preocupa-me o fato de não poder dizer que este será o último,se disser,peço que como todos que convivem comigo,não acredite!Conduzo meu corpo como um carro em alta velocidade em direção ao fim,enevitável fim,premeditado fim,fim de bêbado ninguêm lamenta de verdade,quase agradece.Não consigo sentir os freios,meu tato é gasto,não tenho limites,por último choro.Gosto salgado de lágrimas verdadeiras em meio a uma vida falsa.Vida que busco e não sei porquê.

Um comentário:

Anônimo disse...

RETRATA A REALIDADE DO NOSSO DIA A DIA,TEM MTO CARINHO NOS SEUS POST´S SUCESSO...BRUNA DE LÁZARI.CACOAL.